O GIGANTE

0
32

(Trecho do capítulo 31 de O Legado do Profeta).

Um grupo de homens saiu a pé atrás de uma criatura gigantesca que fugia. Ainda não havia luz suficiente para que pudessem ver com clareza quem era o intruso. Mas alguns Mazaunin haviam conseguido visualizar o monstro: era um gigante. Gritos de mulher atravessavam a noite. O guerreiro Red Zaghor chegou montado em seu cavalo e perguntou:

— O que houve?

— Um gigante, guerreiro. Um gigante raptou uma mulher.

— Para que lado ele foi? — perguntou o guerreiro.

— Para lá. — apontou um Mazaunin. — Está escuro, nós o perdemos.

Red Zaghor disparou na direção apontada. A madrugada gelada começara a ganhar cores. O sol se anunciava desenhando luzes no céu, enquanto as estrelas esmaeciam e se ocultavam na sua luz. Red Zaghor estava ouvindo os lamentos da mulher e já podia ver a sombra imensa correndo na amplidão. Acelerou o galope e foi se aproximando. Desviou para a esquerda e gritou, para chamar a atenção do gigante. Agora estava próximo e podia vê-lo melhor. Era um homem sólido, de mais de dois metros e meio de altura. Debaixo de um dos braços, levava uma mulher de cabelos castanhos e na outra mão uma espécie de clava. Agora, Red Zaghor estava emparelhado com o gigante, alguns metros à sua esquerda. Avançou um pouco mais e deixou a criatura para trás. Alguns metros à frente, manobrou o cavalo e colocou-se de frente para o gigante. A criatura estacou e rugiu algo numa língua gutural e estranha. Red Zaghor apontou para a mulher e bateu no próprio peito. O gigante soltou um rugido, jogou a mulher ao solo e partiu para cima de Red Zaghor brandindo a clava.

Publique seu comentário

Leia também