RESISTIR É PRECISO

0
43

Quando os ventos são contrários, resistir é preciso! Sejam ventos brandos ou tufões, secos ou úmidos, volumosos ou escassos, se sopram em sentido contrário, é imperioso que haja resistência. É necessário fincar raízes, firmar os pés, avançar centímetro a centímetro, ainda que para isso tenhamos que curvar o corpo, abraçar os próprios ombros, firmarmo-nos uns nos outros, é crucial não ceder terreno, ir adiante.

Se em torno tudo é escuridão, resistir é preciso! Se não há perspectivas, se ao redor extinguiu-se a última chama, se parece ter-se apagado a longínqua luz no fim do túnel, se parece que tudo se acabou, ainda é necessário resistir. Enquanto um só de nós ainda resistir, não estaremos derrotados.

Quando a ignorância estende seus grilhões, resistir é preciso! A hora mais triste do mundo é quando as trevas da ignorância cobrem a humanidade. O mundo tem experimentado, no desenrolar de sua história, períodos de extrema brutalidade. Quando o conhecimento se dissipa, se desvirtua, se corrompe, é a hora tenebrosa do triunfo da ignorância e tudo se torna o caos. São os resistentes que regam com seu suor e seu sangue a renovação da vida e o renascimento da esperança, porque sempre há os que resistem, apesar de tudo.

Literatura é resistência! O conhecimento é a luz da aurora! O sonho é a lâmpada, o mapa, a estrada gloriosa do caminhante da vida. A literatura tem guiado a humanidade em seus momentos de tropeço e a tem levantado quando ela cai. A literatura tem forjado grandes nações, construído grandes sociedades, apontado sólidos caminhos. Como diz um personagem no Livro Três de A Honra do Clã — O Papiro do Profeta — “a literatura é a alma da humanidade”.

A Honra do Clã é resistência! Denunciar a institucionalização da miséria é resistir; expor a naturalização do preconceito é resistir; defender o respeito às árvores, aos rios, aos animais, ao planeta é resistir; cantar um hino à igualdade entre as pessoas é resistir; respeitar as diferenças culturais é resistir; pensar uma sociedade mais justa é resistir; assumir a responsabilidade pela proteção e cuidado das crianças é resistir; cantar a ética da liberdade, da alegria, da vida, da esperança é resistir!

Acreditar também é resistir! Junte-se ao Clã!

Publique seu comentário

Leia também