OTOYOSHO

0
30

(Trecho do capítulo 2 de Os Tentáculos da Terra).

O outro garoto o havia empurrado e o atirado ao chão. Otoyosho sentira o sangue ferver. Levantara-se como um foguete e se lançara sobre o oponente com uma fúria descomunal. Agarrara-o e, embora fosse um jovem forte, era fisicamente inferior ao outro. Mesmo assim, agarrou-o pelos ombros e, passando a perna direita por trás do adversário, atirou-o ao solo. Quando se jogou em cima do rapaz, este rolou e Otoyosho caiu sobre a grama, mas também rolou e levantou-se rápido. O adversário apanhou um pedaço de madeira que estava encostado a um tronco de árvore e partiu para cima dele, desferindo um violento golpe contra sua cabeça. Otoyosho esquivou-se com facilidade e, aproveitando o impulso do oponente, moveu-se para o lado e aplicou um soco na omoplata do rapaz, fazendo-o tropeçar. O adversário virou-se, ainda com o pedaço de pau na mão, e tentou golpeá-lo de novo. Desta vez, Otoyosho esquivou-se, entrou no campo de alcance do oponente com um passo ousado e segurou seu antebraço, passando o braço por baixo do braço do outro e fazendo-o largar a arma. Ato contínuo, Otoyosho dera um passo atrás e desferira um chute lateral no joelho do outro, fazendo-o desequilibrar-se momentaneamente. Então, ele aplicou um soco de esquerda no rosto do adversário, mas ele bloqueou… e aí o punho direito de Otoyosho explodiu contra o peito do rapaz, que balançou, deu um passo atrás, procurando oxigênio e, quando Otoyosho ia dar o golpe de misericórdia, uma voz grave cortara o silêncio:

Publique seu comentário

Leia também